sábado, 24 de novembro de 2012

Bonecas Abayomi

Oi!

Queridos(as), é com muito prazer que trago hoje esta mensagem de amor e carinho!

A história que vou contar agora começou há centenas de anos, em um tempo que pessoas eram comercializadas como coisas e obrigadas a trabalhar e servir em todos os sentidos outras pessoas economicamente mais fortes. Os africanos foram trazidos da África para o Brasil em grandes navios, atravessando o oceano Atlântico com fome, sede, calor, medo e esperança. Eram viagens muito difíceis, longas e cansativas, e muitas pessoas vieram apenas com a roupa do corpo. Algumas viagens duravam meses. Muitos nem chegaram, morreram no caminho.
As crianças choravam assustadas, porque viam a dor e o desespero dos adultos. As mães negras, então, para acalentar suas crianças, rasgavam com as próprias mãos tiras de pano de suas saias e faziam bonecas para os pequenos brincarem.
As abayomi são pequenas bonecas negras, feitas de pano e sem costura alguma, apenas com nós ou tranças. A palavra abayomi tem origem no iorubá, e significa aquele que traz felicidade ou alegria. É como oferecer ao outro o que se tem de melhor, algo que carregue nossas melhores qualidades. Dar uma boneca abayomi é um ato de nobreza, é dar a uma pessoa querida aquilo de melhor que temos a oferecer, então se as mães negras ofereciam a boneca em sinal de amor, carinho, consolo, arrancando com as unhas pedaços de suas roupas, imagine quão nobres eram os sentimentos dessas mães...
Embora os africanos sejam muito religiosos, nesse caso não tem nada a ver com suas crenças.

Preparei esse tutorial com muito carinho, vamos aprender fazer uma bonequinha abayomi?

Bom, pra começar você vai precisar de pedaços de tecido, pode ser algodão, malha ou outros tecidos. (Quanto mais macio melhor)
Para fazer uma bonequinha de mais ou menos 12 cm corte um retângulo em tecido preto de 24x12 cm, um retângulo preto de 24x5cm, um retângulo em tecido colorido com 14x8 cm e duas tirinhas finas coloridas.


Pegue o retângulo maior e segure firme uma das pontas.
  

Agora dê um nó e deixe para cima um pedaço pequeno.




Agora dobre ao meio essa parte de baixo que sobrou:



Agora corte uma parte nessa dobra:


  

Vai ficar assim: (Imagina fazer isso sem tesoura...)


Dê um nó em cada perninha. Se o nó ficar no meio da perna vá puxando até a ponta.

 Agora pegue o outro retângulo e dobre ao meio no sentido do comprimento duas vezes:


Coloque a tira por trás da boneca e dê um nó logo abaixo da cabeça:





Dê um nozinho na ponta de cada braço:



Agora pegue o pedaço colorido e dobre ao meio duas vezes:



Corte a pontinha da dobra:


 Agora vista a roupa na boneca e amarre a fitinha na cintura e outra fitinha na cabeça:



Bom, sua bonequinha ficou pronta, e lembre-se: quanto maior quiser a boneca maiores devem ser os retalhos. Para uma boneca mais gordinha corte o tecido mais largo, ok?
Normalmente as bonecas abayomi não têm olhos, boca etc porque na tradição dos navios negreiros não tinha como fazer.
Agradeço à professora Icleia que me ensinou a fazer a boneca e à diretora Elis que proporcionou juntamente à toda a equipe uma oficina de bonecas aos pais e aos alunos durante a festa do Dia da Consciência Negra na escola.

A Consciência Negra é o ato de conhecer, valorizar e respeitar o negro como pessoa, como cidadão e como parte de nós, brasileiros. Seja em nossa cor de pele, cabelo, nossa assinatura, nossa língua, música ou culinária todos nós recebemos muito da África, não nos esqueçamos!
Desejo e continuo lutando para que a Consciência Negra não seja uma data perdida no calendário, mas um momento de reflexão sobre nossas origens e sobre toda a contribuição dos negros na sociedade.

Na escola que trabalho desenvolvemos um projeto muito legal que obedecendo à lei 10.639 busca mostrar o lado bonito da cultura negra, aquele lado que não é mostrado nos livros didáticos ou novelas globais. Ser negro não é ficar  no tronco ou no açoite, vivendo em senzalas ou favelas. Há uma grande beleza na pele, no cabelo, nos olhos daqueles que todos os dias saem de casa para lutar por dias melhores, e quem não busca isso?
Precisamos acabar com a crença de inferioridade entre raças, afinal, somos todos humanos, então sejamos mais Humanos!
Nossa, quanta inspiração!

Vou me despedindo e espero ter tocado o lado afro que há em vocês, um grande abraço!

42 comentários:

  1. Olá Graça.
    Que lindos seus africanos!!
    Obrigada por ensinar como se faz, parece fácil e qualquer dia destes tentarei fazer um pra mim.
    As roupinhas sao bem alegres... igual as que eles usam mesmo.
    Adorei!!
    Feliz fim de semana.
    Rosana.

    ResponderExcluir
  2. Rosana, obrigada pelo carinho!
    Tente fazer a boneca, é bem fácil, hoje na festa crianças pequenas aprenderam sem dificuldade, foi muito legal...
    Abraço querida!

    ResponderExcluir
  3. estou fazendo um trabalho sobre bonecos com crianças na faculdade de psicologia pra desenvolver o raciocínio, coordenação motora e psico achei a ideias das bonecas muito lega... parabens

    ResponderExcluir
  4. ESTAVA PESQUISANDO SOBRE AS BONECAS ABAYOMI PARA UM PROJETO QUE SERÁ DESENVOLVIDO EM MINHA ESCOLA E ENCONTREI SEU TRABALHO. MUITO BONITO.
    AMEI O MODO COMO VOCÊ CONTOU A HISTÓRIA DESTAS BONECAS E O MODO COMO ENSINOU A FAZÊ-LAS. QUERO APROVEITAR A IDEIA PARA CONFECCIONÁ-LAS NA SEMANA DA CONSCIÊNCIA NEGRA NA ESCOLA EM QUE TRABALHO AQUI NO DF.
    PARABÉNS PELO BELO TRABALHO.

    ResponderExcluir
  5. é muito fácil,gostei!!!

    ResponderExcluir
  6. amei o seu trabalho, já estou fazendo com as minhas turmas e eles estão amando.

    ResponderExcluir
  7. Hoje fiz algumas no erro e acerto. Só agora vi o passo a passo. Lindo texto. Gracias.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Parabéns pelo seu trabalho excelente projeto! Amei muito

      Excluir
  8. Adorei seu trabalho e aproveito para divulgar outro blog bastante legal e que traz complementos a idéia. abraços

    http://pontocomarte.blogspot.com.br/2010/11/arte-africana-bonecas-abayomi.html

    ResponderExcluir
  9. excelente seu texto. Parabéns vamos reproduzir até se universalize esse viver.Que é um viver em harmonia com coragem e sabedoria. Amei !

    ResponderExcluir
  10. Parabéns e obrigada pela forma carinhosa que você me mostrou a origem dessas bonequinhas tão lindas e significativas! um grande abraço

    ResponderExcluir
  11. Que coisa mais bonitinha Graça estou nesse momento no CEMEP esperando para participar de um curso e um dos assuntos será as bonecas ... pesquisei e achei vc rs

    ResponderExcluir
  12. Lindas essas bonequitas....
    Obrigada por ensinar, com certeza vou fazer algumas.

    ResponderExcluir
  13. Que bom ouvir esta história, que bom aprender, saber de outras culturas, vivenciar outras artes. E a bonequinha Abayomi é linda! Muito agradecida! <3

    ResponderExcluir
  14. Lindas e a historia me emocionou...
    Obrigado por dividir este conhecimento....
    Vou fazer a minha.
    Bjks

    ResponderExcluir
  15. maravilhosas bonecas...vou fazer no projeto da minha escola

    ResponderExcluir
  16. Olá! Adorei esse tutorial e a história das bonecas abayomi.
    Sou professora e vamos fazer uma oficina para confeccionar essas bonecas com as crianças.
    Seu blog ajudou bastante!
    Obrigada

    ResponderExcluir
  17. Parabéns pelo trabalho, uma ótima fonte de pesquisa. Vou divulgar se blog com prazer... Felicidades ♥ ♡ ♥

    ResponderExcluir
  18. que lindo amiga Graça pesquisando sobre as bonecas encontrei seu post!!! adoreiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiiii Maria Betânia Pereira Bastos Batista

    ResponderExcluir
  19. Obrigada por compartilhar tão lindo trabalho. eu andava querendo fazer para mim, agora vou fazer para muitos. bj

    ResponderExcluir
  20. Parabéns amei a bonequinha e sua história

    ResponderExcluir
  21. Muito obrigado se não fosse o site nem teria noção de fazer.obrigado

    ResponderExcluir
  22. gostei da sugestão, muito obrigada,

    ResponderExcluir
  23. Para incrementar, vai uma contribuição.

    Parousia Abayomi

    Crianças chorando, no navio negreiro - desamparadas!
    Doces e inocentes almas engaioladas!
    Às vagas, no porão da embarcação desalmada
    A espada cortante perfura a alma pura – desatinada.

    A mãe sente a dor desesperada!
    - Que posso fazer para salvar meu filho? ...
    Nesse cruel deserto d‘água cálida
    Sou andor deambulante e andarilho!

    Oh Deus do céu! Ouça o gemido maternal -, simpatizante! ...
    Um raio de inteligência cai como faísca iluminante
    Vou rasgar minhas roupas e somente com o coração
    Farei uma boneca, sem nada ter às mãos -, que emoção!

    No deleite do encontro precioso
    Tece as mãos o artefato carinhoso!
    E emergem das mãos bonecas miss
    Que se chamaram Abayomis.

    A solução mágica do amor materno
    Torna a tormenta em momento eterno!
    E a luz cândida e pura entra no porão escuro
    E as abayomis vencem o choro, derrubando o muro.
    Gessé Antônio de Souza - 10/ 04/2015
    gesse.souza@educacao.mg.gov.br

    ResponderExcluir
  24. que linda, amei !!! vou fazer em nossa biblioteca uma oficina com essa bonequinha no dia da consciência negra. vlw

    ResponderExcluir
  25. que linda, amei !!! vou fazer em nossa biblioteca uma oficina com essa bonequinha no dia da consciência negra. vlw

    ResponderExcluir
  26. que linda, amei !!! vou fazer em nossa biblioteca uma oficina com essa bonequinha no dia da consciência negra. vlw

    ResponderExcluir
  27. Feito com muita excelência o seu blog!!
    Parabéns!!

    ResponderExcluir
  28. Adoreiiiii, bem prática. Amo bonecas negras, criei uma q é uma graça tbm sem costuras e serve de porta recados de geladeira , só q fz cabelos com lãs coloridas. Gostaria de enviar uma foto. aguardo contato abrsssss

    ResponderExcluir
  29. Adoro as bonecas Abayomi e, por esta razão devo dizer que não são africanas . Foram criadas em 1987 pela artesã Lena martins. Legal consultar o site oficial www.bonecasabayomi.com.br

    ResponderExcluir
  30. Fiz 34 para minhas colegas de sala para ser entregue no final do trabalho. Amei

    ResponderExcluir
  31. Fiz 34 para minhas colegas de sala para ser entregue no final do trabalho. Amei

    ResponderExcluir
  32. paabéns!Vou trabalhar com o meu grupo de educação infantil!Simpesmente espetacular!

    ResponderExcluir
  33. Encantador adorei.lindo de mais.vou fazer bjs.,eu sou andelinamadruga@gmail.com RJ.

    ResponderExcluir
  34. Adorei meus parabéns pela iniciativa de explicar e nos colocar por dentro da História dos nossos ancestrais o nome da minha filha é Abayomi e vou contar história para ela se emponderar ainda mais bjos. Eu sou claudiamafrine@gmail.com

    ResponderExcluir
  35. Adorei meus parabéns pela iniciativa de explicar e nos colocar por dentro da História dos nossos ancestrais o nome da minha filha é Abayomi e vou contar história para ela se emponderar ainda mais bjos. Eu sou claudiamafrine@gmail.com

    ResponderExcluir